Menu

Motor de gasoil.
Ciclo diésel

Mapa do site

De-Motor é um site onde explicamos os elementos mais importantes da engenharia de motores de uma maneira que você possa entender. Se você não encontrou o que procurava na Web, aqui está uma lista de todas as páginas que publicamos.

  • Motores térmicos

    Os motores térmicos são um tipo de motor alternativo. Eles usam energia térmica para obter trabalho mecânico.

  • Tipos de motores térmicos

    Os motores térmicos podem ser classificados de diferentes maneiras, dependendo de vários fatores. Dependendo do tipo de combustível, os ciclos de operação e mais 4 variáveis.

  • Motor de ignição por compressão

    O motor de ignição por compressão é um tipo de motor térmico que funciona no ciclo diesel. Descubra as características básicas de operação.

  • Motor de ignição por centelha

    O motor de ignição por centelha é um motor térmico em que a combustão do combustível é realizada pela faísca de uma vela de ignição.

  • Motor alternativo

    O motor alternativo ou motor de pistão usa o movimento alternativo de um ou mais pistões para converter a pressão em um fluido em trabalho, geralmente na forma de um movimento rotacional.

    • Vantagens e desvantagens

      Vantagens e desvantagens dos novos desenvolvimentos de motores alternativos. Suas vantagens permitiram um rápido desenvolvimento, mas essas características também possuem algumas desvantagens.

  • Tipos de motores alternativos

    Diferentes classificações de motores alternativos podem ser estabelecidas dependendo dos critérios a serem seguidos. A classificação depende do deslocamento, do arranjo dos cilindros, da taxa de compressão, da razão do furo e do curso e do número de ciclos.

  • História do mecanismo alternativo

    A história do mecanismo alternativo começa na China há 1800 anos com a construção de uma máquina com uma biela. Mais tarde, o motor de pistão aparece com o motor a vapor, o motor agitador e os motores de combustão interna.

  • Motores endotérmicos

    O motor endotérmico é um tipo de motor alternativo. Descrição dos tipos de motores endotérmicos mais utilizados: diesel e Otto.

  • Motor a gasóleo

    Os motores a diesel são caracterizados por terem ignição por compressão. O combustível entra no cilindro por injeção e inflama devido à alta temperatura do gás.

    • Ciclo teórico do motor diesel

      O ciclo teórico do motor diesel. Explicamos os diagramas e o desempenho do ciclo teórico deste tipo de máquina térmica.

  • Diferenças entre o ciclo diesel real e teórico

    Entre os ciclos diesel real e teórico existem diferenças e semelhanças na forma e nos valores das pressões e temperaturas. Diferenças que também aparecem no ciclo otto.

  • Vantagens do motor diesel

    Os motores a diesel têm várias vantagens em relação a outros motores de combustão interna. Vantagens relacionadas ao tipo de combustível e ao tipo de ignição do combustível.

  • História do motor diesel

    O motor diesel foi inventado por Rudolf Diesel com a ideia de iniciar a combustão comprimindo o combustível.

    • Rudolf Diesel

      Rudolf Cristiano Karl Diesel era um engenheiro alemão. Diesel foi o inventor do motor de combustão de alto desempenho que leva seu nome, o motor diesel.

  • Motor otto

    Motores otto ou a gasolina são um tipo de motor térmico que funciona por meio do cilindro otto. A ignição do combustível é realizada por meio de uma faísca. Os mais comuns são 4 tempos.

    • Ciclo otto

      O ciclo Otto é o ciclo pelo qual o funcionamento do motor Otto ou do motor a gasolina é governado. Estudamos as fases do ciclo de Otto teórico e o desempenho do ciclo de Otto ideal.

  • Diferença do ciclo Otto real e teórica

    Análise das diferenças entre o ciclo real de Otto e o teórico Otto. Entre os dois ciclos existem diferenças substanciais tanto na forma do diagrama quanto nos valores de temperaturas e pressões.

  • Diferenças entre os motores Otto e Diesel

    Principais diferenças entre os motores diesel e gasolina. Diferença no ciclo operacional, consumo de combustível, diferentes tipos de ignição. Diferenças de peso.

  • Ciclos de motor

    Distinguimos três tipos de ciclos em motores térmicos: teóricos, reais e operacionais. Explicamos em que consiste um deles.

    • Motor de 4 tempos

      Em motores de 4 tempos, o ciclo é realizado em 4 tempos de pistão. Em um ciclo de quatro motores, duas revoluções do eixo do motor são obtidas.

    • Desempenho térmico

      O desempenho de um motor é sua capacidade de converter energia térmica em energia mecânica ou de trabalho. Explicação em um motor de 4 tempos.

  • Diagrama de pressão para um motor a 4 tempos

    Analisamos o diagrama das pressões de um ciclo real em função do deslocamento angular do eixo de um motor a 4 tempos. Explicação do estado interno do motor durante as 4 fases do ciclo.

  • Motor 2 tempos

    Nos motores de 2 tempos, o ciclo é realizado em duas corridas. Este tipo de motor oferece maior potência, mas com maior consumo.

  • Ciclos teóricos

    Os ciclos teóricos dos motores endotérmicos são aproximações do ciclo real. Os ciclos mais comumente usados ​​são: ciclo real, ciclo de ar, ciclo de ar-combustível.

    • Ciclo Sabathé

      O ciclo Sabathé é um ciclo para motores térmicos em que a combustão ocorre parcialmente a pressão constante e parcialmente a volume constante.

  • Comparação entre os três ciclos teóricos

    Comparação dos ciclos teóricos de um motor de combustão interna. Análise gráfica e análise entre o ciclo diesel, o ciclo otto e o ciclo de Sabathé.

  • Ciclo de Atkinson

    O motor de ciclo Atkinson é um tipo de motor térmico. Funciona como o ciclo Otto, mas com uma pequena diferença que melhora o desempenho.

  • Peças e componentes

    Os elementos mais importantes dos motores de combustão interna. Elementos fixos: bloco, cabeça do cilindro, cárter. Elementos móveis: pistão, biela, virabrequim e volante do motor.

    • Pistão

      O pistão torna possível converter um movimento linear em um movimento circular. Os pistões desempenham um papel básico nos motores alternativos do ciclo diesel e do ciclo Otto.

  • Vela de ignição

    A vela de ignição é um dispositivo elétrico que se encaixa na cabeça do cilindro de alguns motores de combustão interna e acende a gasolina comprimida por meio de uma faísca elétrica.

  • Cilindro (deslocamento)

    O deslocamento de um motor é o volume descrito pelo pistão entre o ponto morto inferior e o ponto morto superior. A potência depende do deslocamento.

  • Cabeça do motor

    A cabeça do cilindro serve como uma tampa estanque para os cilindros. Abriga toda ou parte da câmara de combustão, exceto no caso em que é formada na cabeça do pistão.

  • Virabrequim

    O virabrequim é o eixo de transmissão de energia que atua como uma manivela. Transforme movimentos alternativos em movimentos rotacionais.

  • Carburador

    O carburador é o dispositivo que faz a mistura ar-combustível nos motores a gasolina.

  • Bancada

    A bancada é uma peça de metal que suporta um conjunto de elementos em um motor mecânico ou elétrico.

  • Válvula borboleta

    Uma válvula borboleta é um dispositivo para regular ou interromper o fluxo de um fluido em um amplificador condutor ou reduzir a seção de passagem.

  • Combustível

    O combustível tem a energia que os motores térmicos extraem para poder funcionar. Tipos e exemplos dos combustíveis mais comuns.

    • Gasóleo

      O óleo diesel é uma mistura de hidrocarbonetos líquidos obtidos a partir do petróleo bruto e é utilizado em motores, aquecimento ou para a produção de eletricidade.

  • Gasolina

    A gasolina é um derivado do petronli comumente usado como combustível para motores térmicos. Componentes que fazem parte da gasolina.

  • Refinaria

    Uma refinaria de petróleo é uma planta industrial, a partir da matéria-prima do petróleo por purificação e destilação sob pressão normal e sob vácuo em frações com uma faixa de ebulição definida transferida.

  • Máquina de vapor

    Um motor a vapor é um dispositivo que produz energia mecânica usando vapor. Transforma energia térmica em energia mecânica.

    • Tipos de máquinas de vapor

      Máquinas a vapor podem ser classificadas nesses dois tipos. Máquinas de êmbolo e máquinas de turbina a vapor, desenvolvidas a posteriori.

  • Usos e aplicações

    O principal uso dos motores a vapor tem sido como fonte de energia mecânica na indústria. Atualmente, eles são usados ​​para gerar eletricidade.

    • Aplicações de transporte

      As aplicações de transporte de máquinas a vapor são as máquinas a vapor que envolvem um deslocamento. Estas são aplicações destinadas a transportar bens ou pessoas ou a executar funções agrícolas.

  • Aplicações estacionárias

  • Segurança do motor a vapor

    Os motores a vapor trabalham com vasos de pressão que armazenam fluidos com energia potencial muito alta. Por isso, é importante analisar e estabelecer sistemas de segurança.

  • História da máquina a vapor

    Como a máquina a vapor foi inventada, evolução histórica da máquina a vapor. Experimentos e construção das primeiras locomotivas a vapor.

    • James Watt

      James Watt era um matemático, engenheiro e inventor escocês. Suas invenções foram de grande importância para o desenvolvimento do motor térmico e da máquina a vapor.

  • O que é vapor?

    Vapor para uma substância na fase gasosa que está em uma temperatura inferior ao ponto crítico. Importância do vapor para a vida humana.

  • Motor elétrico

    O motor elétrico é uma máquina que transforma energia elétrica em energia mecânica. Os motores elétricos podem ser de corrente contínua ou alternada.

    • Tipos de motores elétricos

      Os motores elétricos podem ser de corrente contínua ou alternada. Eles também podem ser classificados por motores assíncronos ou síncronos.

    • Motor de corrente alternada

      Os motores de corrente alternada são motores elétricos alimentados por corrente alternada. Descrição dos diferentes tipos de motor.

    • Motor síncrono

      Os motores síncronos são um tipo de motor elétrico de corrente alternada. Sua velocidade é constante e depende da frequência da tensão.

  • Motor assíncrono

    Um motor assíncrono ou de indução é um motor elétrico cuja velocidade de rotação do rotor é diferente daquela do campo magnético do estator.

    • Rotor gaiola de esquilo

      Um rotor de gaiola de esquilo é a parte rotativa do motor de indução de gaiola de esquilo comum. O motor gaiola de esquilo é um tipo de motor CA.

  • Motor de corrente contínua

    O motor elétrico de corrente contínua fornece energia mecânica rotacional. Tipos de motores de corrente contínua.

    • Como funciona

      Explicação básica do funcionamento de um motor elétrico de corrente contínua. Disposição de ímãs e fluxo de corrente elétrica.

  • motor de série

    O motor em série é um tipo de motor DC. Possui um alto torque na partida e velocidades altamente variáveis.

  • Motor linear

    Um motor linear é um motor elétrico desenvolvido de forma que ao invés de gerar um torque giratório, ele gera um deslocamento linear. É usado em trens.

  • Motor universal

    O motor universal é um tipo de motor elétrico que pode funcionar com corrente contínua ou alternada. Geralmente é usado em máquinas-ferramentas portáteis.

    • Operação do motor universal

      O motor universal da série monofásica é um motor elétrico que pode ser operado sem alterações com corrente direta e alternada. Analisamos os princípios operacionais.

  • Componentes de um motor elétrico

    O motor consiste em uma parte rotativa, um rotor e uma parte fixa, um estator. Conheça a composição e as partes dos diferentes tipos de motores elétricos.

    • Rotor

      O rotor é o componente que gira em uma máquina elétrica. Junto com o estator, eles formam o conjunto fundamental para a transmissão de energia.

  • Estator

    O estator é a parte fixa de uma máquina elétrica. A parte móvel de um motor elétrico é chamada de rotor. O estator pode atuar como um ímã para produzir movimento.

  • Comutador de motor

    Um comutador é um interruptor elétrico giratório em certos tipos de motores elétricos e geradores elétricos que muda periodicamente a direção da corrente.

  • Induzido

    A armadura é a parte de uma máquina elétrica, magneticamente acoplada ao indutor, onde uma força eletromotriz é gerada por indução.

  • História do motor elétrico

    A conversão de energia elétrica em energia mecânica por meio de eletromagnetismo foi demonstrada pelo cientista britânico Michael Faraday. O primeiro motor DC comutativo foi inventado em 1832 por William Sturgeon.

  • Moteur Stirling

    Le moteur Stirling est un moteur thermique conçu pour concurrencer la machine à vapeur. En pratique, il était utilisé pour des applications domestiques et pour des moteurs de faible puissance.

    • Vantagens e desvantagens

      Vantagens e desvantagens do motor Stirling em comparação com os motores de combustão interna. Comparação com motores alternativos otto e gasolina.

  • Ciclo stirling

    Análise do ciclo ideal de um motor Strirling. Comparação com o ciclo real. Diagrama de pressão de volume. Principais características que diferenciam o ciclo real do ciclo ideal.

  • Aplicações do motor Stirling

    Os motores Stirling podem ser utilizados em: propulsão mecânica, sistemas de geração elétrica, aquecimento e refrigeração.

  • História do motor Stirling

    O motor Stirling viaja na história. Desde os seus inícios como uma alternativa à máquina a vapor até a aparência da eletrônica.

  • Blog

    Bloco relacionado ao mundo do motor do ponto de vista educacional e divertido. Artigos de análise, avaliação e opinião sobre motores térmicos e elétricos.

    • Tipos de motores

      Classificação e descrição dos tipos de motores. Motores térmicos de combustão interna e externa. Motores elétricos. Motores de potência e motores não térmicos.

    • Motor de potência física

      Os motores de potência física aproveitam a energia cinética ou potencial de algum elemento. Motor pneumático e motor hidráulico são dois exemplos.

  • O que é termodinâmica?

    A termodinâmica estuda o movimento do calor entre um sistema físico. Este estudo é determinado pelas leis da termodinâmica.

    • Lei zero da termodinâmica

      A enunciação da lei zero da termodinâmica é definida como: Dois sistemas em equilíbrio térmico com um terço estão em equilíbrio um com o outro.

  • Primeira lei da termodinâmica

    A primeira lei da termodinâmica é uma formulação do princípio da conservação de energia e afirma que a energia interna de um sistema termodinâmico isolado é constante.

  • Segunda lei da termodinâmica

    A segunda lei da termodinâmica é um princípio da termodinâmica clássica que estabelece a irreversibilidade de muitos eventos termodinâmicos, como a passagem do calor de um corpo quente para um frio.

  • Terceira lei da termodinâmica

    O terceiro princípio da termodinâmica, às vezes chamado de teorema de Nernst, relaciona a entropia e a temperatura de um sistema físico.

  • Transformações termodinâmicas

    A transformação termodinâmica é um processo pelo qual um sistema termodinâmico passa de um estado de equilíbrio termodinâmico para outro. Um sistema está em equilíbrio quando as principais variáveis do sistema permanecem constantes.

  • Termodinâmica química

    A termodinâmica química é o estudo da inter-relação de calor e trabalho com reações químicas ou com mudanças físicas de estado dentro dos limites das leis da termodinâmica.

  • O que é energia térmica?

    A energia térmica é a forma de energia que qualquer corpo com uma temperatura acima do zero absoluto possui. Toda a energia térmica pode ser convertida em energia mecânica

  • Energia mecânica

    A energia mecânica é a soma da energia potencial e da energia cinética. Essa energia está associada ao movimento e posição de um objeto.

  • O que é um Pascal em Física ?

    O pascal é uma unidade usada para medir a pressão interna, o estresse mecânico, o módulo de Young e a resistência à tração. É definido como um newton por metro quadrado.

  • Cogeração

    A cogeração é o processo de produção simultânea de energia mecânica e calor. O calor pode ser utilizado para aquecer edifícios e / ou na indústria.

  • Caldera

    Uma caldeira é um recipiente, ou um conjunto de tubos, usado para aquecer água ou outro fluido. Para aquecer o líquido pode ser usado vários combustíveis, como diesel, carvão, biomassa, etc.

  • O que é um motor?

    O motor é uma máquina capaz de transformar uma fonte de energia em energia mecânica ou trabalho mecanicamente contínuo.

    • Como funciona o veículo elétrico?

      Os veículos elétricos são alimentados por um ou mais motores elétricos que são alimentados pela energia armazenada em uma bateria recarregável.

  • Motores de alto desempenho

    Conheça os motores de alto desempenho e comece a perceber economia de energia, mas também em sua economia. Eles são perfeitos para carros e fábricas.

  • Motores elétricos para um futuro mais sustentável

    Motores elétricos são cada vez mais comuns em veículos, especialmente porque permitem um consumo mais sustentável.

  • Veículos solares

    Um veículo solar é um tipo de veículo alimentado por um motor elétrico cuja energia provém da energia solar fotovoltaica obtida de painéis solares instalados na carroceria do veículo.

  • Eletricidade

    A eletricidade engloba um conjunto de fenômenos relacionados às cargas elétricas. Este termo também é usado para designar o ramo da física que estuda os fenômenos elétricos e suas aplicações.

    • Corrente elétrica

      Corrente elétrica é o fluxo de carga elétrica que passa através de um material por unidade de tempo.

  • Correntes parasitas

    As correntes parasitas são as correntes induzidas nas massas de metais condutores que estão imersas em um campo magnético variável ou que, em movimento, através de um campo magnético constante ou variável.

  • Últimas atualizações